Volvo desenvolve sistema operacional próprio em parceria com Google e Nvidia

14

Sistema de computação central reforça segurança e facilita melhorias nos veículos

A Volvo anunciou ter fechado uma nova parceria com o Google e a Nvidia para o desenvolvimento de seu próprio sistema operacional veicular.

A iniciativa visa apoiar a empresa em um momento em que veículos, em especial modelos elétricos, se tornam cada vez mais definidos por funções e recursos orientados por software, ao invés de se apoiarem apenas em atributos automotivos tradicionais.

“O Google é um verdadeiro líder em experiência do usuário e serviços, do Google Maps ao Google Assistant, enquanto a Nvidia nos dá acesso a alguns dos melhores e mais rápidos computadores disponíveis. Esta abordagem de parcerias estratégicas selecionadas é muito mais eficaz do que tentar fazer tudo por conta própria”, afirma Henrik Green, diretor de tecnologia do Grupo Volvo Car. “Temos uma estratégia deliberada de parceria com verdadeiros líderes em tecnologia onde faz sentido”.

Apelidado de VolvoCars.OS, o sistema estará presente em toda a próxima geração de modelos totalmente elétricos da Volvo. O objetivo é que o sistema permita uma evolução constante dos veículos, juntamente com atualizações remotas frequentes para melhorar a experiência de clientes.

Publicações Relacionadas

O VolvoCars.OS atuará como um sistema guarda-chuva para carros elétricos Volvo. Ele incorpora vários sistemas operacionais da empresa no carro e na nuvem, criando um ambiente de SO de software coerente. Os sistemas operacionais subjacentes incluem Android Automotive OS, QNX, AUTOSAR e Linux.

Por meio de uma variedade de interfaces de programação de aplicativos, o VolvoCars.OS dá aos desenvolvedores acesso aos recursos do carro, como dados do sensor do veículo, interfaces de usuário e recursos baseados em nuvem. Isso permite que os desenvolvedores criem serviços e aplicativos para carros Volvo.

“Ao desenvolver softwares internamente, podemos aumentar a velocidade de desenvolvimento e melhorar o seu Volvo mais rápido do que podemos hoje”, pontua Green. “Assim como em seu smartphone ou computador, novos softwares e recursos podem ser implementados rapidamente por meio de atualizações pelo ar, tornando seu Volvo melhor e ainda mais agradável com o tempo”.

Sistema de Computação Central

A Volvo anunciou ainda que centralizará a computação dentro de seus carros totalmente elétricos em através de um único hub central, eliminando complexidade. Em vez de depender de várias unidades de controle eletrônico ao redor do carro, que controlam recursos e sistemas individuais, uma quantidade cada vez maior de software desenvolvido internamente será executada de forma unificada.

O sistema de computação central, que será introduzido pela primeira vez em um novo modelo da Volvo programado para ser revelado em 2022, é composto de três computadores principais. Estes apoiam-se mutuamente no processamento de visão operacional e inteligência artificial, computação geral e infoentretenimento, respectivamente. Nvidia e Google também participam da iniciativa.

Segundo a Volvo, a mudança para a computação centralizada permite que empresa separe gradualmente o hardware do software. Na prática, isso significa que a companhia poderá introduzir ciclos de hardware mais frequentes, para que os novos modelos Volvo possam ser equipados com o hardware mais recente disponível.

você pode gostar também