Sony espera que a escassez do PS5 dure até 2022

41

A Sony espera lutar para atender às demandas do PS5 até 2022, de acordo com um novo relatório da Bloomberg. Essa notícia vem por meio do diretor financeiro da Sony, Hiroki Totoki, que alertou os investidores de que a escassez do PS5 provavelmente continuará para o futuro próximo.

“Não acho que a demanda esteja se acalmando este ano e, mesmo que garantamos muito mais dispositivos e produzimos muito mais unidades do PS5 no próximo ano, nossa oferta não seria capaz de acompanhar a demanda”, disse Totoki, de acordo com a Bloomberg.

Em 31 de março, a Sony informou ter vendido 7,8 milhões de sistemas PS5, o que é um pouco mais do que o PS4 vendido em seus primeiros cinco meses no mercado. No entanto, o PS4 em si continuou a ter um bom desempenho, atingindo 115,9 milhões de unidades vendidas até o final de março.

Publicações Relacionadas

“Vendemos mais de 100 milhões de unidades do PlayStation 4 e, considerando nossa participação de mercado e reputação, não consigo imaginar a demanda caindo facilmente”, disse Totoki aos investidores. A Sony disse que precisa continuar aumentando a produção do PS5 se quiser se manter no caminho certo com (ou superar) os números de vendas do PS4.

A principal razão pela qual a Sony tem lutado para atender às demandas do PS5 tem a ver com a escassez de peças como semicondutores. A escassez de semicondutores também impactou a produção de sistemas Nintendo Switch, que têm sido difíceis de encontrar durante a maior parte do ano e também devem ser escassos para o futuro próximo.

Tanto a Sony quanto a Nintendo estão com rumores de ter revisões de hardware planejadas para PS5 e Switch, respectivamente, embora nenhuma das empresas tenha confirmado o que essas atualizações implicarão.

você pode gostar também