ServiceNow se posiciona como ponto central para gerenciar projetos e cresce no mercado local

Estudo divulgado pela TGT Consult aponta que empresas brasileiras estão indo além das implementações tradicionais para serviços de TI, envolvendo-se mais com a Transformação Digital, conforme relatório inédito ISG Provider Lens

Após se posicionar como um equivalente de ERP-Suite destinado para CIOs e conquistar o mercado nos Estados Unidos e na Europa, o ServiceNow tornou-se uma solução de sucesso para as empresas brasileiras e tem chamado a atenção para o novo modelo de negócio que funciona como um gerenciamento de demandas no formato cases. Este é um dos tópicos abordados no novo estudo da ISG (Information Services Group), produzido e divulgado pela TGT Consult no Brasil. O levantamento é lançando na mesma semana em que o ServiceNow divulgou seus novos recursos para o mercado na conferência global Knowledge 2021.

O relatório ISG Provider Lens ServiceNow Ecosystem Partners 2021 para o Brasil traz uma análise detalhada sobre os serviços e ofertas dos parceiros da plataforma nos EUA, Brasil e Alemanha em segmentos selecionados: Prestador de serviços de consultoria ServiceNow, Provedor de implementação e integração da ServiceNow e Provedores de serviços gerenciados ServiceNow.

Segundo o relatório, os resultados financeiros revelam a tração que a companhia obteve com o mercado 

Em conformidade com o levantamento inédito, a ferramenta que era muito utilizada na gestão de assuntos agrupados sob a sigla ITSM (IT-Service Management), tornou-se ponto central para a gerência de solicitações e cases empresariais, oriundos de outros departamentos dentro de um Workflow.

Para Florian Scheibmayr, autor da pesquisa e analista líder da TGT Consult/ISG, isso ocorreu porque a ideia de ter um catálogo de serviços bem gerenciado, com responsabilidades e métricas bem definidas, atraiu outras áreas das empresas, com o desejo de replicar este modelo de trabalho. Ele explica: “A crescente visão dos processos empresariais pela ótica da jornada do cliente, seja ele interno ou externo, permite que as empresas, principalmente de serviço, entendam seu modelo de negócio como um gerenciamento de demandas no formato de cases”.

Segundo o relatório, os resultados financeiros revelam a tração que a companhia obteve com o mercado. A receita de assinaturas cresceu 32% nos três meses até dezembro de 2020, somando US$1 bilhão. Para 2021, a empresa projeta que as vendas cheguem a US$5,5 bilhões, um aumento de 22%.

No Brasil, o ServiceNow está continuamente ampliando e fortalecendo seu ecossistema. Atualmente, a plataforma tem buscado parceiros fora do eixo Sudeste, ou de soluções específicas como segurança e compliance, entre outros. Segundo Florian Scheibmayr, há de se notar que no mercado brasileiro empresas bem focadas, ágeis e de estilo boutique, estão crescendo rapidamente e aproveitando a janela de oportunidade, enquanto os players multinacionais ainda estão respondendo lentamente ao impulso no mercado.

O autor destaca que o ISG Provider Lens ServiceNow Ecosystem Partners 2021 para o Brasil é o primeiro estudo que analisa este novo ecossistema local de forma independente e faz um mergulho profundo neste novo mercado, trazendo diversos insights importantes e analisando as ofertas de empresas do estilo boutiques, que em relatórios com maior gradualidade frequentemente desaparecem por causa da escala dos seus negócios.

Com o objetivo de oferecer ferramentas completas, que auxiliem os tomadores de decisão, o relatório também traz informações sobre a volatilidade dos recursos certificados e experientes na tecnologia ServiceNow. “Ofertas de treinamentos, projetos inovadores, forte e empática liderança, possibilidade de ascensão de carreira e modelos justos de distribuição de lucros são uns dos antídotos que os players do mercado nacional adotam para evitar o êxodo dos seus funcionários certificados”, completa Scheibmayr.

Quadrantes
Os estudos da ISG servem como uma importante base de tomada de decisão para o posicionamento das principais relações e considerações de ir ao mercado. No caso do relatório ISG Provider Lens ServiceNow Ecosystem Partners 2021 para o Brasil, 24 provedores foram avaliados e qualificados em 3 quadrantes, sendo eles: ServiceNow Consulting Services, ServiceNow Implementation and Integration Services e ServiceNow Managed Services Providers.

O relatório identifica a Accenture e a Capgemini como Líderes em três quadrantes. AlparService, Aoop, Deloitte, DXC Technology e Nuvolax são nomeados como Líderes em dois quadrantes cada. ProV e Tivit são Líderes em um quadrante cada.

Além disso, Extreme Digital Solutions, Infosys e Stefanini são classificados como Rising Stars— empresas com um “portfolio promissor” e “grande potencial future” na definição da ISG – em um quadrante cada.

Uma versão customizada do relatório está disponibilizada pela Aoop: https://materiais.aoop.com.br/isg-2021