Samsung regista um aumento de pedidos dos seus sensores de imagem

51

A Samsung é uma das empresas mais poderosas do mundo tecnológico. E para além dos seus smartphones, a marca sul-coreana dedica-se também à produção de um vasto conjunto de equipamentos.

De acordo com dados agora divulgados, a empresa registou um aumento nos pedidos de fabrico dos seus sensores para as câmaras de smartphones.

Aumentam os pedidos de sensores de câmaras fabricados pela Samsung

A Samsung prepara-se para aumentar a produção dos seus sensores de imagem CMOS (CIS), uma vez que os pedidos da indústria têm crescido nesse sentido.

De acordo com um recente relatório da TheElec, os pedidos de sensores de câmara produzidos pela marca sul-coreana aumentaram. E para ajudar a incrementar o fabrico destes equipamentos, a Samsung vai contar com o apoio dos seus fornecedores Tesna e LB Semicon. As duas empresas vão investir em novas instalações, as quais se espera que iniciem as operações em força já neste segundo semestre de 2021.

Publicações Relacionadas

Para além disso, também a Nepes Ark, uma marca responsável pelo fabrico de circuitos integrados e painéis TFT-LCD, poderá auxiliar a Samsung ao aceitar alguns pedidos para fabricar sensores de imagem.

Segundo os detalhes, os pedidos por sensores de imagem vêm sobretudo das principais marcas de smartphones chinesas, como a Xiaomi, OPPO, Vivo e Realme. Estes equipamentos contam já com os populares sensores de imagem ISOCELL da Samsung.

De salientar que é comum a marca sul-coreana lançar primeiramente os seus sensores de imagem em produtos OEM, antes de os implementar nos seus próprios equipamentos. Por exemplo, o sensor ISOCELL GN2 estreou com o modelo Xiaomi Mi 11 Ultra e, até ao momento, ainda não se encontra em nenhum modelo Samsung.

Para esta produção, a Tesna, LB Semicon e a Nepes Ark vão também aliviar a Samsung de uma parte do fabrico de DRAM. Para além disso, com o reajuste das instalações, contando ainda com a fábrica do Texas, a Samsung Foundries será também capaz de produzir uma maior quantidade de semicondutores. Nesse sentido, a Qualcomm e a AMD agradecem pois dependem desta produção para os seus equipamentos.

Samsung quer apanhar a Sony no fabrico de sensores

Atualmente, a Samsung e a Sony são duas das maiores fabricantes de sensores para dispositivos móveis. Contudo, a Sony lidera com uma participação de 46% deste mercado, contra os 29% da Samsung. Esta é, portanto, uma diferença de 17%. Mas, segundo as informações, a Samsung pretende reduzir esta percentagem para 10%.

você pode gostar também