Samsung é criticada por defeito na bateria do Galaxy S21 Ultra

181

Consumidores postaram queixas em fóruns online. Bug poderia causar perda de até 21% da bateria durante uma caminhada.

Câmera do Galaxy S21 Ultra em zoom ótico de 10x; sensor pode chegar a 100x em zoom híbrido

Usuários do celulares Galaxy S21 Ultra estão reclamando que o celular da Samsung sofre um bug que faz com que a bateria descarregue mesmo quando ele está sem uso. Segundo relatos de proprietários na internet, a câmera do aparelho é ativada quando o smartphone é posto no bolso, levando à suposta perda de bateria.

Paira a suspeita de que o smartphone detecte o movimento provocado pela caminhada do usuário e ative a câmera por engano, elevando o consumo de bateria. De acordo com estimativas de consumidores, em alguns casos, a bateria pode descarregar 21% em sete horas, mas com somente 15 minutos de uso real.

Publicações Relacionadas

Alguns consumidores entraram em contato direto com a fabricante para relatar o problema. Em resposta, a Samsung teria dito que o monitor de estatísticas de bateria do Android não teria detectado nada de errado no consumo. A única maneira de descobrir o defeito seria por meio de aplicativos avançados de monitoramento. Como a fabricante não reconheceu o defeito, tampouco existe uma correção para o problema.

No entanto, mesmo diante do posicionamento, o problema segue motivando um alto número de reclamações que se acumulam em vários fóruns online nos últimos meses. Somente no XDA Developers, uma queixa já alcança 17 páginas de respostas de consumidores insatisfeitos com o mesmo bug desde fevereiro.

Até então, o Galaxy S21 Ultra parece ser o único dispositivo afetado pelo bug. Usuários do Galaxy Note 20 Ultra também dizem ter notado a ativação da câmera de forma semelhante, mas tudo indica que a vida útil de sua bateria não parece ter sido afetada.

Lançado no começo deste ano no Brasil, o Galaxy S21 Ultra tem preço salgado: custa a partir de R$ 7.299. O celular conta com suporte à S Pen, caneta digital que já é conhecida pelos usuários da linha Galaxy Note, além de processador de oito núcleos Exynos 2100, da própria Samsung, e recursos como o moderno chip UWB, responsável por fazer conexões para transmitir dados de forma rápida.

O smartphone traz ainda tela de 6,2 polegadas com painel em AMOLED Dinâmico 2X de 120 Hz que seria, paradoxalmente, adaptada para consumir menos bateria.

você pode gostar também