Samsung: “29% das pessoas já utilizam televisões com ecrãs gigantes para fazer videochamadas”

27

No dia em que é lançada a campanha de pré-reserva dos novos modelos Neo QLED, Nathan Sheffield, Diretor Europeu da Samsung para a categoria de TV explicou como a nova realidade pandémica transformou a nossa casa num espaço multifuncional, com o televisor no centro da equação. Em Portugal, a marca liderou em 2020 no mercado Ultra HD, com 40,4% da quota. E a fatia é maior nos modelos com ecrãs superiores.

No início de março, a Samsung revelou os novos modelos de televisores para o seu catálogo QLED, sobressaindo-se uma aposta em ecrãs de dimensões generosos. Os novos modelos chegam hoje a Portugal, ainda que para já apenas possa fazer a pré-reserva dos modelos, numa campanha que termina no próximo dia 4 de abril, altura em que começam a ser lançados no mercado. A campanha inclui a oferta de uma Soundbar na compra dos modelos Neo, variando entre as QLED Q60T ou Q800T, conforme o modelo selecionado.

Para compreender a mudança de hábitos de consumo de TV durante o último ano, dominado pela pandemia de COVID-19, o SAPO TEK falou com Nathan Sheffield, Diretor Europeu da Samsung para a categoria de TV: “A nova realidade transformou a nossa casa no hub principal, um espaço multifuncional que chamamos de “omni-layer-home” onde a TV enriquece o nosso estilo de vida e funciona como parte central das nossas vidas”. Refere que as pessoas passam mais tempo do que nunca em casa e que a tecnologia tem um papel cada vez mais relevante.

As TVs foram vitais para o entretenimento com filmes, serviços de streaming, gaming e até fitness. Como resultado de toda esta socialização virtual, ou “virtualização”, explica Nathan Sheffield, 29% das pessoas começaram a usar equipamentos com ecrãs grandes para fazer vídeo chamadas, desde o início da pandemia. “Sabemos também que 75% dos consumidores fazem mais exercício em casa e 69% dos millennials gastam mais tempo a jogar videojogos. A Samsung desenvolveu serviços e funcionalidades para melhorar essas novas necessidades dos consumidores”.

A Samsung tem liderado o sector de TV em diferentes categorias nos últimos 15 anos, a nível global, tanto no segmento tradicional como lifestyle e ecrãs grandes. A quota da Samsung no mercado global para o segmento premium (acima dos 2.500 euros) aumentou significativamente desde 2017, tendo alcançado uma fatia de 44,1% em 2020. Mas em Portugal? “Em Portugal, especificamente, em 2020 a Samsung mantém a posição de liderança no mercado Ultra HD, com uma quota de 40,4%, sendo que o valor sobe para 54,7% para modelos superiores a 75 polegadas”, salienta Nathan Sheffield.

A Samsung introduziu nova tecnologia na sua gama de televisores Neo QLED, nomeadamente a fonte de luz, o Quantum Mini LED, controlado pela tecnologia Quantum Matrix e o processador Neo Quantum. Este Quantim Mini LED foi desenhado para ter 1/40 do tamanho de um LED convencional. E, em vez de utilizar uma lente para dissipar a luz e um pacote para fixar o LED no seu lugar, o novo sistema é composto por micro camadas muito finas, preenchidas por uma maior quantidade de LEDs. Na prática, a tecnologia garante um controlo mais preciso na escala de contrastes, tornando as áreas escuras ainda mais escuras e os brilhantes mais claros, resultando numa experiência HDR mais precisa e envolvente.

Para nos explicar quais as funcionalidades mais importantes que os consumidores estão a procurar nos novos modelos, Nathan Sheffield destaca que a marca tem propostas para qualquer escolha dos consumidores. Salienta, no entanto, que a qualidade de imagem, o tamanho do ecrã e as funcionalidades inteligentes avançadas são as mais importantes. “Vimos um aumento na procura de todos os segmentos de produto, mas sobretudo nos modelos de 75 polegadas para cima, visto que os consumidores estão à procura de experiências mais imersivas”. Por outro lado, a marca registou também um aumento de procura de modelos mais pequenos, tais como os de 43 polegadas, devido às renovações em casa, necessitando de ecrãs que caibam nos seus espaços e novas necessidades.

Nathan Sheffield, Diretor Europeu da Samsung para a categoria de TV
Publicações Relacionadas

A marca realça que durante 2020 o gaming foi uma das formas mais populares de passar o tempo em casa. “Um estudo de 2020 disse-nos que 4 em 5 consumidores autoidentificaram-se como gamers”, disse Nathan Sheffield. Destacando as principais funcionalidades para as novas consolas que chegaram recentemente ao mercado, é referido que a nova linha Neo QLED 2021 oferece a experiência Super Ultra Wide GameView que dá aos jogadores a opção de jogar não apenas a um rácio de 21:9, como também a 32:9.

“Quanto mais largo o campo de visão, mais garantia de que os jogadores não perdem o momento da ação. E a Game Bar permite aos jogadores monitorizar e ajustar rapidamente aspetos críticos do jogo, seja a mudar entre os rácios de imagem, a verificar o input lag ou a ligar um headset. Por fim, o sistema FreeSync Premium Pro minimiza os efeitos de “stuttering” para que os jogadores desfrutem de uma qualidade de imagem mais suave através da jogabilidade”.

O processador Neo Quantum da Samsung promete melhorar o upscalling das imagens. Segundo a fabricante, o seu sistema utiliza 16 modelos distintos formatados para fazer upscalling através de IA e deep learning, otimizando as imagens de saída em 4K e 8K, independentemente da resolução e qualidade de entrada.

O som é outra funcionalidade que os consumidores têm em conta quando procuram um novo modelo. “Considerando que os consumidores passam mais tempo em casa, estes esperam momentos de qualidade mais imersivos para recriar o cinema ou concertos diretamente das suas salas de estar, e o som é uma chave para alcançar essa experiência”, salienta o representante da Samsung, prometendo uma “derradeira sinergia entre as TVs e as Soundbars”. Destaca o papel do periférico na abertura da conetividade entre os televisores e os diferentes assistentes de voz, como o Alexa e o Bixby, assim como o AirPlay 2 da Apple. Por isso, a marca defende que as suas Soundbars vão tornar-se mais poderosas e com melhor conetividade, som e baixos melhorados, assim como a integração de Dolby Atmos no alinhamento da série Q.

CONSIDERANDO QUE OS CONSUMIDORES PASSAM MAIS TEMPO EM CASA, ESTES ESPERAM MOMENTOS DE QUALIDADE MAIS IMERSIVOS PARA RECRIAR O CINEMA OU CONCERTOS DIRETAMENTE DAS SUAS SALAS DE ESTAR, E O SOM É UMA CHAVE PARA ALCANÇAR ESSA EXPERIÊNCIA.

Nathan Sheffield salienta ainda que depois do sucesso da tecnologia Micro LED disponível aos clientes empresariais, esta chega agora pela primeira vez ao consumidor. A tecnologia incorpora a maioria das funcionalidades inteligentes da Samsung, incluindo multiview, smart home e tap view, para além de conteúdo exclusivo para o Modo Ambiente, que tira partido do tamanho do ecrã. O modo multiview permite dividir o ecrã em quatro imagens únicas, para que o utilizador possa assistir a um filme em uma, fazer uma chamada em outra e até um familiar seguir a sessão de treino em outra parte do display.

Com a propagação da tecnologia LED, ecrãs maiores e melhores resoluções, conectividade e serviços, qual será a próxima evolução da tecnologia dos televisores? Para Nathan Sheffield, a visão da Samsung passa pela máxima que já está a aplicar “Ecrãs em todo o lugar, ecrãs para todos”, com um futuro repleto de ecrãs adaptados aos espaços e estilo de vida de cada um. “A Samsung definiu desafiar as limitações no quando e onde os ecrãs podem ser utilizados, assim como o respetivo conteúdo que pode ser entregue. A sustentabilidade e acessibilidade são chave no futuro e eu acredito que a próxima evolução nas necessidades de televisão é combinar grande hardware, oportunidades de modulação e serviços que possam deliciar os consumidores”.

Quanto a preços da nova geração de televisores Samsung Neo QLED, os modelos de 4K podem ser adquiridos a partir de 2.200 euros para os modelos de 55 polegadas até 6.000 euros para o maior de 85 polegadas (série QN95A Smart). E os modelos com resolução 8K começam nas 65 polegadas 5.500 euros até 12.000 euros para o ecrã de 86 polegadas (série QN900A). Todos os modelos começam a ser entregues ao longo do mês de abril, segundo o website oficial.

você pode gostar também