Quantidade de bitcoins em corretoras cai novamente

Segundo o site da empresa analista de dados Glassnode, o número total de bitcoins em corretoras cripto está começando a cair mais abruptamente, como noticiado pelo Decrypt.

A quantidade de bitcoins disponíveis em corretoras mostra como anda o mercado dessa criptomoeda e quais as intenções dos investidores. Esse caso, em que bitcoins estão sendo retirados de plataformas, mostra a intenção dos investidores de poupar seus investimentos, ao invés de vendê-los para obter lucro em curto prazo.

Bitcoin balance on exchanges
Saldo de bitcoins em corretoras desde setembro de 2020 (Imagem: Glassnode)

“Os dados mostram claramente que um ativo está em alta demanda e um outro aparenta ter a confiança dos investidores, indicando que a revenda do bitcoin recém-adquirido não é uma opção a curto prazo”, disse Jason Deane, analista de bitcoin na empresa de análises de vendas Quantum Economics, ao Decrypt.

Durante a semana passada, a queda de 2% no número de bitcoins disponíveis em plataformas representou uma retirada de 52,9 mil bitcoins (cerca de US$ 2,7 bilhões) dessas empresas.

Após essa queda, que ocorre há um ano, o montante atual de bitcoins disponível nas corretoras, cerca de 2,3 milhões, é o mais baixo desde julho de 2018, quando a criptomoeda era negociada a US$ 7,4 mil.

“O saque contínuo de bitcoins das plataformas mostra que ‘buy and hold’ é algo predominante entre investidores”, acrescentou Deane.

Essa queda no número de bitcoins é um registro incomum, visto que a quantia total disponível dessa criptomoeda cresceu entre agosto de 2014 e março de 2020.

Uma das causas para esse saque contínuo está relacionada ao aumento no interesse por essa criptomoeda durante a pandemia de coronavírus.

Apesar disso, essa tendência cresceu demasiadamente, devido à compra de bitcoins por grandes empresas, como SquareTesla e MicroStrategy.

Fonte: Money Times