Quais são as 6 melhores carreiras em Tecnologia da Informação

Entre programações e algoritmos, esses profissionais tem espaço em quase qualquer empresa

As profissões ligadas à tecnologia demandam profissionais capacitados. Independentemente do cenário vivido por nós, uma das maiores circunstâncias que podem ser vistas é transformar o momento de crise em uma oportunidade. É aí que a carreira em TI pode ser encarada como indispensável. Além de todo esse cenário, outra vertente que vem definindo esse setor como um dos mais pertinentes para o resultado de uma organização é a transformação digital. Colaboradores com diferentes skills são cada vez mais esperados por empresas que precisam estar um passo à frente no mercado.

Segundo dados do Banco Mundial, devem surgir mais 420 mil vagas até 2024 só nessa área. Em 2020, no Brasil, houve um aumento de 63% das vagas disponíveis em comparação com o ano passado, de acordo com Banco Nacional de Empregos.

Isso se deve à crescente digitalização das empresas e produtos. Não à toa, entre os 10 primeiros colocados no relatório anual “50 Best Jobs in America”, da Glassdoor, 6 são dessa área. Confira uma lista de cursos e profissões.

Engenheiro Front-End

O Desenvolvedor Frontend é o profissional encarregado de projetar as estruturas web, sempre pensando na experiência do usuário dentro de uma aplicação web, é ele quem vai desenhar e desenvolver as páginas com as quais, posteriormente, o usuário irá interagir.

Desenvolvedor de Java

Java é uma linguagem de programação desenvolvida na década de 90. Ainda hoje, essa linguagem é considerada o padrão global para o desenvolvimento em plataformas digitais.

De maneira geral, o profissional Java desenvolve e testa as linguagens de programação, executando a manutenção e implementando os sistemas e softwares. Com isso, acrescenta e desenvolve melhorias e correções com o objetivo de otimizar o atendimento a clientes e usuários.

Cientista de dados

Cientista de dados (ou data scientist) é o profissional capacitado para reunir, interpretar e comunicar toda informação relevante contida em toneladas de dados que diariamente as empresas armazenam sobre o comportamento das pessoas, sejam elas seus clientes, prospects, funcionários etc.

Essa área de trabalho deve ganhar cada vez mais destaque porque, afinal, hoje em dia tudo pode se transformar em dados. O trajeto percorrido da sua casa até o trabalho gera dados. O tempo que você permanece conectado nas redes sociais gera dados.

E é justamente o cientista de dados que consegue analisar e interpretar tudo isso para transformar números em informações valiosas para diversos segmentos de empresas e também para diversas áreas dentro da mesma empresa.

Engenheiro de DevOps

O engenheiro de DevOps introduz processos, ferramentas e metodologias para equilibrar as necessidades ao longo de todo o ciclo de vida do desenvolvimento de um software, desde a criação do código e a implantação até as etapas de manutenção e atualização.

As equipes de desenvolvimento e de operações de TI podem ter habilidades e metas diferentes. Os desenvolvedores podem desejar introduzir novas funcionalidades em uma aplicação, enquanto as equipes de operações desejam preservar a estabilidade dessa aplicação após o lançamento. 

A metodologia DevOps tem como ponto principal a unificação e a automação de processos. Portanto, os engenheiros de DevOps são peças fundamentais na combinação de códigos e na manutenção e no gerenciamento de aplicações. Para a realização de todas essas tarefas, o profissional precisa compreender não somente os ciclos de vida de desenvolvimento, mas também a cultura de DevOps, incluindo filosofia, práticas e ferramentas.

Engenheiro de Dados

O Engenheiro de Dados é o responsável pela criação do pipeline que transforma os dados brutos que estão nos mais variados formatos, desde bancos de dados transacionais até arquivos de texto, em um formato que permita ao Cientista de Dados começar seu trabalho. Cabe também ao Engenheiro de Dados manter este pipeline em execução para que os dados possam ser coletados no momento certo, com o nível se segurança exigido pela empresa. O trabalho do Engenheiro de dados é tão importante quanto o trabalho do Cientista de Dados, mas eles costumam ter menos visibilidade, uma vez que estão mais distantes do produto final resultado do processo de análise, o que é produzido pelo Cientista de Dados.

Engenheiro de Software 

Basicamente, o trabalho de um engenheiro de software envolve o desenvolvimento e a manutenção de programas e aplicativos. Seu dia a dia também engloba o gerenciamento de projetos ligados a softwares, a realização de testes de qualidade nos sistemas e o planejamento do design estrutural dos programas.

O engenheiro de software pode trabalhar em startups e grandes empresas, sejam elas públicas ou privadas, voltadas para os mais variados segmentos.