Oracle investe em segunda região de Nuvem no interior de São Paulo

34

Estratégia de ter duas regiões em locais diferentes favorece a segurança em recuperação de desastres e atende a requerimentos de conformidade

Em 2019, a Oracle anunciou a entrada em operação da sua primeira região do Oracle Cloud no Brasil com um Data Center, sendo a segunda na América Latina (a outra fica no Chile). Menos de dois anos depois, a empresa anuncia a segunda região, também com um Data Center, localizada em Vinhedo, perto de Campinas (SP). As duas regiões possuem a mesma capacidade e oferta de serviços. A Oracle chama de região o local onde funciona até três Data Centers, telecomunicações, energia e diversos outros serviços.  A abertura marca a 30ª região de Nuvem da Oracle no mundo e é parte do plano global da empresa de operar 38 regiões até o final de 2021. Os valores do investimento não foram divulgados.

“Temos a certeza de que, com o nosso plano de expansão de infraestrutura na Nuvem, continuamos a apoiar o crescimento das empresas, bem como democratizar o uso da tecnologia em todo o País. Incentivar os negócios dos diversos setores com inovação e, por consequência, gerar impacto positivo na sociedade. Isso faz parte da nossa visão”, afirma Rodrigo Galvão (foto), presidente da Oracle Brasil.

Rodrigo Galvão (foto), presidente da Oracle Brasil
Publicações Relacionadas

Segundo o executivo, os parceiros de canal estão recebendo a notícia com entusiasmo, pois mostra que a empresa está investindo no País. “Os parceiros são parte importante no nosso negócio, pois são eles que levam a nossa tecnologia e soluções para os clientes. Eles investem na capacitação de seu time e outros recursos, e ao verem que também estamos investindo e abrindo novas possibilidades de negócios, ficam mais confiantes”, comenta Galvão. “A Oracle começou vendendo produtos e hoje cerca de 70% da nossa receita vêm de Cloud. Antes, a Oracle atendia basicamente grandes companhias, com a Nuvem, agora podemos atender pequenas e médias empresas, pois a Nuvem trouxe essa democratização da tecnologia. Estamos crescendo entre 20% e 30% neste segmento de pequenas e médias empresas e para isso precisamos dos nossos parceiros de canal”, afirma.

Oracle e Azure

A Oracle continua fazendo investimentos significativos no Brasil a fim de apoiar o rápido crescimento dos clientes e parceiros.  O anúncio da nova região vem na sequência da recente expansão da parceria de interoperabilidade de Nuvem entre Oracle e Microsoft para ajudar os clientes em comum mundialmente, como a TIM Brasil, que está migrando seus dados de missão crítica para Oracle Cloud e Microsoft Azure. Essa interconectividade significa que as empresas podem agora levar suas cargas de trabalho para as regiões de Nuvem da Oracle e Microsoft no País.

A companhia tem uma estratégia exclusiva de duas regiões de Nuvem, que permite aos clientes implementarem aplicativos resilientes em diversos locais separados geograficamente para recuperação de desastres e com requisitos de conformidade – sem que dados confidenciais saiam do País. A Oracle é o único grande provedor de Nuvem com regiões de Nuvem dupla no Brasil, permitindo que as empresas executem suas cargas de trabalho de missão crítica na Oracle Cloud.

A nova região de Nuvem fornecerá serviços Oracle Cloud Infrastructure, incluindo Oracle Autonomous Database, Kubernetes, solução Oracle Cloud VMware e Oracle Cloud Applications. Também proporcionará diversos benefícios aos clientes, especialmente os de setores altamente regulamentados, com restrições de acesso a servidores fora do território nacional.

A Oracle afirma que tem trabalhado para promover a adoção de energia renovável, melhorar a eficiência hídrica e obter certificações ambientais. A Oracle Cloud leva aos clientes a oportunidade de agregar valor aos negócios e reduzir seu impacto ambiental, desde o fornecimento de materiais e energia renovável até recursos de Nuvem, como computação flexível, que combina com precisão esses recursos às necessidades de carga de trabalho de forma granular, o que reduz o consumo e os custos.

você pode gostar também