O WhatsApp retrocede em sua ameaça – não desativa contas por não aceitar a nova política

37

Ele continuará lembrando você de aceitar a política

O WhatsApp disse hoje que não excluirá ou desativará sua conta se você não aceitar sua política de privacidade que está sendo lançada em 15 de maio.

O aplicativo de bate-papo do Facebook introduziu originalmente a política de privacidade atualizada em janeiro  por meio de um pop-up para os usuários . No entanto, depois de uma grande reação do usuário, o lançamento ocorreu em 8 de fevereiro e,  por fim, em 15 de maio.

A empresa havia dito na época que se um usuário não aceitar a nova política de privacidade até lá, suas contas serão desativadas temporariamente. Para ativar a conta, eles tiveram que aceitar a política. Apesar de muitas garantias, os usuários mudaram para outros aplicativos de chat, como Telegram e Signal, em protesto .

Publicações Relacionadas

Em comunicado, a empresa informou que não desativará nenhuma conta, mas continuará lembrando-os de aceitar a política.

Embora a maioria dos usuários que receberam os novos termos de serviço os tenha aceitado, agradecemos que algumas pessoas ainda não tenham tido a chance de fazê-lo.

Nenhuma conta será excluída em 15 de maio por causa dessa atualização e ninguém perderá a funcionalidade do WhatsApp. Faremos o acompanhamento com lembretes às pessoas nas próximas semanas.

O WhatsApp especificou que, embora não exclua sua conta, você começará a perder os principais recursos do aplicativo – como não conseguir acessar sua lista de bate-papo e, eventualmente, parar de receber notificações de mensagens – se não aceitar a política. A empresa não mencionou depois de quantas semanas começará a restringir seus recursos neste momento.

A nova política estabelece as bases para uma melhor comunicação com empresas e outros aplicativos do Facebook. Em fevereiro, a empresa lançou um banner no topo dos bate-papos para dar às pessoas mais informações sobre essa mudança de política .

você pode gostar também