O que é OLT? Veja como funciona e para que serve

Você sabe o que é OLT (Optical Line Terminal)? Trata-se de um equipamento utilizado na concentração e distribuição da rede de fibra óptica FTTx (Fiber-to-the-x). Essa é uma tecnologia relativamente recente, que surgiu com o objetivo de oferecer mais velocidade à internet.

A seguir, mostraremos como esse equipamento funciona, qual é a sua função na rede e como diferenciá-lo de outros dispositivos, como ONU, roteadores, entre outros. Acompanhe a leitura!

Entenda o que é OLT

Antes de entender o que faz esse dispositivo, é preciso saber como funciona a rede de fibra óptica, na qual ele é um dos elementos essenciais. O padrão de rede mais utilizado atualmente é a GPON (Gigabit Passive Optical Network), que é uma rede passiva PON — Passive Optical Networks — capaz de trafegar dados a uma velocidade acima de 1 Gbps (Gigabit por segundo).

O tráfego nesse tipo de rede é assimétrico, o que significa dizer que tem velocidades diferentes nos sentidos de transmissão. Ou seja, a transmissão que sai da operadora até o cliente (Downstream), é de 2,5 Gbps. Já no sentido contrário (Upstream), a velocidade é de 1,25 Gbps.

Em uma rede passiva, a eletricidade só é necessária nos pontos extremos: na operadora e no ponto de destino, onde será utilizado o sinal.

Basicamente, a rede PON conta com os seguintes componentes principais:

  • a operadora, ou seja, o ponto de origem do sinal, ou CO (Central Office);
  • um equipamento que tem a função de gerenciar e distribuir o sinal, a OLT;
  • dispositivos que funcionam como divisores de potência ao longo do caminho, RT (Remote Terminal) ou splitters;
  • equipamento que é o ponto final, ou seja, o destino do sinal enviado, que pode ser a ONU (Optical Network Unit), localizada em postes, ou ONT (Optical Netwok Termination), localizados no ambiente interno do usuário, como residências ou prédios.

Saiba como funciona a OLT

A OLT, geralmente, está localizada na operadora ou em pontos estratégicos, com a finalidade de melhorar a viabilização da transmissão do sinal. O equipamento permite a entrada de sinais de TV e internet. A seguir, faz a sua distribuição de forma bidirecional por meio de fibra óptica.

O sinal óptico que sai da OLT é direcionado ao divisor, ou splitters. São esses aparelhos que farão a divisão do sinal e da taxa de transmissão, fazendo com que ele chegue a seu destino, que é a ONU ou a ONT. Uma OLT pode dividir o sinal em diferentes proporções, que podem chegar a 1 para 64 ou 1 para 128. É importante dizer que, quanto maior for essa divisão, maior deve ser a banda, de modo que a qualidade seja mantida.

A distância média entre a OLT e a ONU deve ficar entre 10 a 20 quilômetros. Em uma operadora, pode haver diversas OLTs interconectadas em um backbone central. Ela é gerenciada por meio de um software, no qual é possível fazer diversos tipos de configurações, entre elas:

  • gerenciar os níveis de usuários;
  • configurar a VLAN, que é o compartilhamento de recursos de uma rede com outras redes virtuais;
  • gerenciar as autoridades das ONUs.

Saiba como diferenciar OLTs de ONU, roteadores e switches

Como falamos, as OLTs têm a função de gerenciar e distribuir o sinal da operadora. Já a ONU e a ONT são os equipamentos que ficam no ponto final, ou seja, os pontos receptores do sinal.

Os roteadores e switches são dispositivos que têm a função de fazer a troca de dados entre a rede. Os roteadores são equipamentos que trabalham com portas do tipo LAN e WAN, por meio do protocolo TCP/IP, e trabalham sobre a terceira camada do modelo OSI (camada de rede). Por sua vez, os switches trabalham sobre a segunda camada, a de enlace de dados.

A melhor maneira de ilustrar o que é OLT é demonstrando qual é o seu papel em uma rede de fibra óptica. Assim, sua principal função é gerenciar e distribuir o sinal, desde sua saída na operadora até que chegue ao destino, seja ele no poste, seja na residência ou no prédio.

Ficou com alguma dúvida sobre OLT ou outro equipamento? Então, deixe seu comentário!