O que é Docker e como funciona?

O Docker é uma ferramenta popular de contêiner de código aberto usada para fornecer um ambiente de tempo de execução portátil e consistente para aplicativos de software, ao mesmo tempo em que consome menos recursos do que um servidor tradicional ou uma máquina virtual. O Docker usa contêineres, ambientes isolados de espaço do usuário que são executados no nível do sistema operacional e compartilham recursos do sistema, como o kernel e o sistema de arquivos.

Enquanto outros sistemas de contêineres existem, o Docker tornou-se popular por fornecer uma interface mais acessível e abrangente em torno da tecnologia, e por criar um repositório público de imagens de contêineres básicos que os usuários podem construir ao criar ambientes contêineres para executar seus aplicativos.

Como o Docker funciona?

A tecnologia Docker usa o kernel do Linux e recursos do kernel como Cgroups e namespaces para segregar processos. Assim, eles podem ser executados de maneira independente. O objetivo dos containers é criar essa independência: a habilidade de executar diversos processos e aplicações separadamente para utilizar melhor a infraestrutura e, ao mesmo tempo, manter a segurança que você teria em sistemas separados.

As ferramentas de container, incluindo o Docker, fornecem um modelo de implantação com base em imagem. Isso facilita o compartilhamento de uma aplicação ou conjunto de serviços, incluindo todas as dependências deles em vários ambientes. O Docker também automatiza a implantação da aplicação (ou de conjuntos de processos que constituem uma aplicação) dentro desse ambiente de container.

Essas ferramentas baseadas nos containers Linux (o que faz com que o Docker seja exclusivo e fácil de usar) oferecem aos usuários acesso sem precedentes a aplicações, além da habilidade de implantar com rapidez e de ter total controle sobre as versões e distribuição.