NASA consegue com sucesso ativar computador de backup do Hubble. O telescópio está de volta

17

A NASA lançou o Hubble em 1990. O telescópio foi equipado com tecnologia dos anos 70 e, à medida que o tempo passa, essa mesma tecnologia parece estar a dar de si. Assim, no passado dia 13 de junho, o computador principal do equipamento avariou. Depois de várias tentativas, a agência espacial não conseguiu de imediato ativar o computador de backup.

No dia 10 deste mês, a NASA referiu que tinha um plano para voltar a tentar ativar o computador de recurso. Contudo, se falhasse, poderia ser o fim do mais importante telescópio espacial. O plano resultou, o Hubble está de volta.

No dia 24 de abril de 1990, o Hubble foi colocado no espaço pelo vaivém espacial Discovery. O telescópio foi responsável pelas mais incríveis imagens conseguidas do Universo. No entanto, a idade dos seus componentes poderá trazer avarias e outros problemas.

Foi o que aconteceu com o computador de carga útil do telescópio desenvolvido em 1974.

NASA volta a comunicar com sucesso com o observatório espacial

Ontem, a NASA, através dos operadores do Hubble, restabeleceu as comunicações com todos os instrumentos do telescópio e planeia retorná-los às operações normais hoje.

Isto é, foi possível depois de a NASA ter testado no solo toda a operação com hardware idêntico, simulando a avaria e possível recuperação.

Publicações Relacionadas

Foi decidido que toda a unidade Science Instrument Command and Data Handling (SIC&DH), da qual o computador de carga faz parte, deveria ser trocada pelo equipamento de backup.

Pouco antes da troca ser iniciada, a NASA anunciou que identificou a unidade de controlo de energia (PCU), que faz parte do SIC&DH, como a fonte do problema.

O problema era a fonte de alimentação do telescópio

A PCU fornece uma alimentação de tensão constante para o computador de carga útil. Contudo, esta unidade estava a fornecer tensão fora da faixa normal ou o sensor que deteta a tensão estava a dar uma leitura errada.

Como há uma PCU sobressalente como parte do SIC&DH, a alteração foi realizada.

O Hubble está de volta! Estou animado para ver o Hubble voltar a explorar o universo.

Disse Tom Brown, chefe da missão Hubble, num e-mail para a equipa do Instituto de Ciência do Telescópio Espacial, às 5h56.

Brown disse aos seus colegas pela manhã que “o Hubble foi recuperado com sucesso no Modo Normal no Lado A do SIC&DH. Isso marcou a primeira vez que fomos capazes de progredir além do problema que estávamos a ver no Lado B”.

Portanto, segundo este responsável, a partir de agora prevê-se que tudo continue normal e este telescópio consiga presentear-nos com muitas mais imagens incríveis do espaço profundo.

você pode gostar também