Mercado mundial de wearables cresce 29% em 2020

33

Os fabricantes de dispositivos vestíveis enviaram ao varejo mundial 445 milhões de equipamentos em 2020, 28,5% de aumento ante 346,5 milhões em 2019. Os dados são da IDC, que verificou crescimento principalmente em wearables de áudio, os hearables, devices que ganharam espaço pela necessidade de um áudio mais apurado em videoconferências, seja no PC ou mobile.

Por empresa, o destaque nas vendas dos vestíveis é a Apple. A companhia ampliou a liderança de mercado comparado a 2019, aumentando seu share de 32% para 34%. Ao todo, os envios da Apple saltaram 36%, de 111,5 milhões para 151,5 milhões de dispositivos.

A Xiaomi aparece na sequência com 51 milhões de dispositivos, aumento de 22% ante 41,5 milhões em 2019. Seu market share, por sua vez, recuou de 12% para 11,5%.

A Huawei é o terceiro no ranking da IDC: com um aumento de 51% nas vendas, passou de 29 milhões para 43 milhões de unidades. Sua fatia de mercado cresceu de 8,3% para 10%.

A Samsung teve uma pequena variação de 9,01% para 9% de share, tendo crescido 27% nos envios, de 31 milhões para 40 milhões de peças.

Com a maior queda entre os cinco principais vendedores do setor, a Fitbit registrou 13 milhões de peças enviadas em 2020 contra 16 milhões de um ano antes (-19%). Em market share, a participação da empresa caiu de 4,5% para 3%.

Note-se que a fabricante de Apple Watches e AirPods Max superou em share pela primeira vez a categoria “outros”, que acumula todos os outros OEMs de wearables, que caiu de 34% para 33%.

Fonte: Mobile Time

você pode gostar também