LG irá abadonar a produção de smartphones, não há interessados na sua compra

Já não é novidade que a LG pretende vender a sua divisão de smartphones. No entanto, o negócio está difícil de se realizar uma vez que, ao que parece, não há empresas interessadas na sua compra. Pelo menos não com o preço que a LG pede.

Desta forma, e de acordo com vários outros dados, tudo indica que a marca sul-coreana vai mesmo fechar a divisão responsável pelos telefones inteligentes.

A LG é uma empresa que foi fundada em janeiro de 1947, por Koo In-Hwoi, e que se encontra sediada em Busan, na Coreia do Sul. Portanto, é uma marca já bem conhecida pelos consumidores e conta com vários segmentos.

Atualmente a empresa tem investido mais nuns mercados do que noutros. E mesmo que até tenha lançado recentemente alguns telefones interessantes, como o LG Wing ou a possibilidade de um smartphone enrolável, parece que a divisão mobile da LG tem os dias contados.

LG deverá mesmo fechar a sua divisão de smartphones

Apesar de já se ouvir falar na venda da secção mobile da LG, a verdade é que nada ainda está acordado. No entanto, e de acordo com as mais recentes notícias, a marca sul-coreana deverá deixar para trás a ideia do negócio, devendo encerrar mesmo a divisão de smartphones.

Segundo as informações, tudo indica que não houve ainda nenhuma empresa que se tenha interessado pela compra do setor, pelo preço que a LG está a pedir.

Smartphone enrolável da LG

A empresa esteve em conversações com o Vingroup e a Volkswagen como potenciais compradores da divisão mobile, mas a negociação falhou com ambas. Segundo os rumores, o preço pedido era elevado, sobretudo porque a marca conta com uma participação de mercado global de cerca de 1%.

De acordo com o site dongA, a decisão de fechar portas será anunciada aos funcionários no início do próximo mês de abril. No entanto, para evitar despedimentos, a LG deverá migrar os seus funcionários para outras divisões, como Eletrodomésticos e Automóveis, junto da LG Energy Solution.

Prevê-se ainda que a empresa não apresente novos equipamentos móveis, faltando apenas o anúncio oficial do encerramento. Segundo as fontes, “depois de encerrar o negócio de smartphones, que desempenhou um papel importante no crescimento da LG Electronics numa empresa global, a grande questão é em que tipo de negócio a LG Electronics se concentrará para avançar no mercado global. É uma preocupação”.