Lenovo comemora resultado recorde e ultrapassa US$ 60 bi em receita

39

O quarto trimestre de seu ano fiscal registrou crescimento de 48% na receita e o lucro foi o maior dos últimos dois anos

A Lenovo Group anunciou nesta quinta-feira (27/5) resultados recordes no quarto trimestre de seu ano fiscal, com crescimento significativo em todas as áreas de negócio. A receita do Grupo cresceu 48% no período ano a ano, para US$ 15,6 bilhões. O lucro registrou a maior taxa de crescimento em dois anos – com receita antes dos impostos de US$ 380 milhões e receita líquida de US$ 260 milhões – com aumento de 392% e 512%, respectivamente. Os resultados do quarto trimestre fecharam um ano recorde, com a receita anual do Grupo ultrapassando US$ 60 bilhões, superando mais de US$ 10 bilhões o ano fiscal anterior. O lucro cresceu ainda mais significtivamente, com receita antes dos impostos de quase US$ 1,8 bilhão e receita líquida de US$ 1,2 bilhão – ambas acima de 70% em relação ao ano anterior.

A receita do Data Center Group (DCG) foi forte, crescendo 32% ano a ano para US$ 1,6 bilhão, o quinto trimestre consecutivo de crescimento premium-to-market. A rentabilidade melhorou 4,4 pontos no comparativo anual

“No último trimestre, entregamos nosso trimestre de crescimento mais rápido em quase uma década e fechamos o ano fiscal com o novo marco ao ultrapassar US$ 60 bilhões em receita e crescimento significativo no lucro para um novo recorde. Esses máximos históricos foram alcançados por meio de uma estratégia clara, produtos inovadores, excelência operacional e modelo global-local para atender às novas necessidades no novo normal”, disse Yuanqing Yang, presidente e CEO da Lenovo. “Olhando para o futuro, capturaremos as enormes oportunidades de crescimento criadas pelas tendências de mercado de atualização de consumo de informações, atualização de infraestrutura e atualização de aplicativos para impulsionar o crescimento sustentável de longo prazo e garantir que possamos construir um futuro ainda mais inteligente nos próximos anos”, completou.

Destaques

Publicações Relacionadas

Segundo a fabricante, este foi o melhor quarto trimestre de todos os tempos para PC e dispositivos inteligentes (PCSD), com US$ 12,4 bilhões em receita, um aumento de 46% ano a ano e lucratividade em um recorde histórico de 6,7%.

Todas as geografias perceberam um alto crescimento de dois dígitos na receita de PCSD e o volume de PCs superou o mercado – fortalecendo ainda mais a posição de número 1 global da empresa em PCs. Os tablets também tiveram um trimestre marcante, com as vendas crescendo 157% com relação ao ano anterior – cerca de três vezes mais rápido que o mercado.

A receita do segmento Mobile Business Group (MBG) alcançou um aumento de 86% ano a ano para US$ 1,54 bilhão – alcançando uma receita antes de impostos de US$ 21 milhões – um recorde desde a aquisição da Motorola. O relacionamento expandido com as operadoras e um forte portfólio de produtos, incluindo produtos 5G, viram os volumes de smartphones crescerem a uma taxa de três dígitos na América do Norte, Europa e Ásia-Pacífico. Já a participação de mercado de smartphones na América Latina atingiu um recorde de quase 21%.

A receita do Data Center Group (DCG) foi forte, crescendo 32% ano a ano para US$ 1,6 bilhão, o quinto trimestre consecutivo de crescimento premium-to-market. A rentabilidade melhorou 4,4 pontos no comparativo anual. O negócio de Provedor de Serviços em Nuvem cresceu 73% ano a ano e a um prêmio de 61 pontos para o mercado. A receita recorde do quarto trimestre foi alcançada para Servidor, Armazenamento, Infraestrutura Definida por Software, Software e HPC/IA. O armazenamento tradicional foi um destaque particular, crescendo 73% ano a ano.

Os negócios de transformação também alcançaram um crescimento recorde, impulsionado pelo forte crescimento contínuo em serviços e receita de software de 44% em relação ao ano anterior. A receita de Serviços Gerenciados (DaaS e TruScale) quase dobrou, e a receita de soluções cresceu 65% ano a ano.

Serviço
www.lenovo.com

você pode gostar também