Instagram coloca contas de menores de 16 anos em modo privado

30

O Instagram é atualmente uma das redes sociais mais populares em todo o mundo. Focada essencialmente na partilha de conteúdos de imagem, a plataforma atrai miúdos e graúdos em todo o mundo.

No entanto, agora a rede social do Facebook fez algumas alterações no serviço e optou por colocar as contas de menores de 16 anos em modo privado.

Instagram torna privadas as contas de menores de 16 anos

Há cada vez mais preocupação sobre a proteção dos dados e da privacidade dos utilizadores nas redes sociais, especialmente se falarmos de jovens menores de idade. Desta forma, a rede social Instagram tem procurado soluções para tornar a plataforma mais segura e protegida, sobretudo de adultos com más intenções.

Assim, a plataforma está a realizar algumas mudanças para fortalecer a segurança dos jovens. Como tal, a partir de agora, os utilizadores menores de 16 anos (ou 18 anos, dependendo da idade penal de cada país), terão a conta configurada automaticamente como sendo privada. No entanto, se o desejarem, podem torná-la pública nas configurações. Contudo, o Instagram enviará uma notificação aos utilizadores incentivando-os a mudar de conta pública para privada.

Publicações Relacionadas

Esta mudança já estava planeada pela plataforma há algum tempo. Já em março, o Instagram começou a informar os jovens que criavam conta sobre as vantagens de ter uma conta privada. Agora, o modo privado é o ativado por defeito nestas idades.

Novas regras também para os anúncios a menores

Para além do modo privado, a empresa Facebook está também a alterar a forma como os anúncios chegam aos menores de 18 anos. Neste sentido, agora os anunciantes apenas podem direcionar a publicidade a estas idades com base na idade, sexo e localização. E estas alterações aplicam-se não só ao Instagram, mas também ao Messenger e ao Facebook.

Uma outra medida é o reforço para limitar que utilizadores menos bem-intencionados interajam com menores de 16 anos. A empresa afirma ser capaz de identificar “comportamentos potencialmente suspeitos” nas contas. Um exemplo de indicador é, por exemplo, a conta ter sido bloqueada ou denunciada recentemente por um menor de idade.

Como consequência, utilizadores problemáticos deixarão de ver conta de menores de 16 anos na página Explorar, Reels e Contas Sugeridas. Também vão deixar de ver comentários de menores de 16 anos em publicações de terceiros e serão impossibilitados de comentar conteúdos de contas pertencentes a utilizadores destas faixas etárias.

Por outro lado, o Facebook também já revelou ter planos para criar um Instagram dedicado apenas aos menores de 13 anos. No entanto esta não é uma ideia bem recebida por algumas entidades.

você pode gostar também