IFA 2021 será um evento presencial em ‘escala’ em setembro

36

A IFA Berlin está programada para acontecer como um evento em grande escala da vida real de 3 a 7 de setembro de 2021.

Enquanto a pandemia está lentamente começando a frear em vários países, os gestores de eventos estão voltando aos negócios. A GSMA sediará um Mobile World Congress presencial este ano, e agora será seguida pela IFA 2021 Berlin. Os organizadores da feira anual anunciaram em um post no blog que planejam fazer um retorno “em grande escala” este ano. A IFA Berlin está programada para acontecer como um evento em grande escala da vida real de 3 a 7 de setembro de 2021.

À medida que o mundo tenta definir um novo equilíbrio entre vida profissional e trabalho após o COVID-19 e aprecia a importância da casa em nossas vidas, as empresas querem mostrar sua inovação no primeiro evento da vida real em quase dois anos.”

As marcas líderes globais da indústria de eletrodomésticos (tanto MDA & SDA) reservaram mais de 80% de seu espaço de exposição disponível na IFA Berlin deste ano, diz o organizador – o primeiro retorno em larga escala do principal programa de consumo e eletrônicos e eletrodomésticos do mundo em dois anos.

Os últimos 12 meses redefiniram completamente a relação entre as pessoas e suas casas. Eles mudaram a forma como comemos e vivemos, o que esperamos de nossas cozinhas, e todos os outros confortos domésticos que precisamos e queremos”,diz Jens Heithecker, diretor executivo da IFA e vice-presidente executivo da Messe Berlin. “Temos visto um aumento significativo da demanda dos consumidores em muitos segmentos de eletrodomésticos – grandes e pequenos. No entanto, nosso mundo está emergindo da pandemia, e já há primeiros sinais de uma evolução sutil, mas marcada, do que as pessoas esperam de suas casas. Como sempre, a inovação está antecipando, apoiando e impulsionando essas tendências. É por isso que a IFA deste ano é tão importante: será uma vitrine para as tecnologias que nos permitirão viver nosso melhor trabalho e vida doméstica nos próximos anos”.