Google poupa milhões de dólares por ano com teletrabalho e sem viagens

A pandemia fez muitas empresas perceberem que podem poupar dinheiro sem perder força de produção, recorrendo, claro, ao teletrabalho. Assim foi a conclusão que a Google chegou, isto é, mandar funcionários para casa para trabalhar compensa. Segundo a gigante das pesquisas, durante o primeiro trimestre do ano a empresa economizou 268 milhões de dólares em relação ao mesmo período de 2020.

Isso significa uma economia de mais de 1.000 milhões se estendermos para um ano inteiro. A Google só em viagens que não se fizeram e comida gratuita que oferecia aos seus funcionários no Campus poupou 371 milhões.

Teletrabalho poupou milhões à Google

A Google, como milhões de empresa por este mundo fora, viu-se obrigada a mandar os seus trabalhadores para casa e o teletrabalho tornou-se numa rotina. Apesar do mundo da tecnologia ter uma facilidade maior neste tipo de adaptação, a verdade é que as empresas ganharam porque pouparam, isto é, muitos gastos não aconteceram.

A empresa referiu alguns pequenos grandes custos, como as viagens, a alimentação nos Campos da empresa que era gratuita para os funcionários, ou despesas de consumíveis que deixou de ter.

Embora as despesas em escritórios próprios afetem esta redução de custos, o maior impacto está relacionado com cortes no orçamento dedicado a promoções e publicidade da empresa, que caiu 1,4 mil milhões de dólares em 2020. A empresa ao suspender campanhas e ações publicitárias, reduziu muito dinheiro do seu orçamento.

Além da redução do investimento em ações de marketing, o teletrabalho tem beneficiado a empresa financeiramente, evitando assim todas as despesas associadas às viagens de negócios. Esta economia é comum a todo um setor que ficou paralisado pela forma da pandemia. Muitos dos eventos do mundo da tecnologia passaram do espaço físico para o espaço virtual e tudo aconteceu online.

A Google realmente compensou esta economia e contratou milhares de novos funcionários. As contas caem, sem dúvida, e a receita subiu 34% no primeiro trimestre do ano.

Apesar destas economias, a Google já indicou que a sua intenção é fazer com que as pessoas voltem a trabalhar nos seus escritórios em breve. A CFO Ruth Porat indicou aos investidores que a empresa pondera um modelo híbrido, haverá pessoas no Campus, mas também haverá uma aposta no teletrabalho.