Google Cloud lança três serviços que facilitam estratégias de dados unificadas e na Nuvem

41

Novas tecnologias de Data Cloud criam uma malha inteligente que engloba base de dados, data lakes e data warehouses, oferecendo informações em tempo real, impulsionadas por Machine Learning

Hoje, durante o primeiro Data Cloud Summit do Google Cloud, a empresa anunciou três novas soluções em seu portfólio de gerenciamento e análise de dados que colaboram com as organizações, por meio de uma plataforma de dados unificada. Graças à disponibilidade em modo “preview” do Dataplex, Datastream e Analytics Hub, as empresas não precisarão mais de silos de dados para prever, de forma segura, resultados de negócios, tampouco para dar mais poder aos usuários e tomar decisões bem informadas e em tempo real, diante do ambiente digital dinâmico dos nossos dias.

O Gartner publicou, recentemente, o estudo Otimizar custos é fundamental para programas modernos de gestão de dados, revelando que a baixa qualidade de dados pode acarretar em um custo médio de US$ 12,8 milhões por ano para as empresas. Diante de um cenário em que os dados se espalham através de bases de dados, datalakes, data warehouses e data marts – seja em ambientes multi-Cloud ou on-premises –, as empresas têm dificuldade de administrar e controlar suas aplicações de forma centralizada. E mais: é difícil integrar os dados em tempo real para ajudar nos processos de tomada de decisões, inovação e aprimoramento da experiência dos clientes.

A solução permite que as empresas potencializem análises em tempo real, replicação de bases de dados e arquiteturas orientadas a eventos 

Por meio da plataforma de dados do Google Cloud, os clientes, agora, terão uma abordagem abrangente para sua Nuvem de dados. Ela envolve todo o ciclo de vida dos dados, ou seja, desde os sistemas que executam os negócios da empresa até a IA e ferramentas de Machine Learning que prevêem e automatizam as atividades futuras.

Replicação de dados em tempo real aos clientes
O Datastream é um novo serviço de Change Data Capture (CDC) e replicação. Com ele, os clientes podem receber fluxos de dados em tempo real, de bases Oracle e MySQL, para serviços do Google Cloud como BigQuery, Cloud SQL para PostgreSQL, Google Cloud Storage e Cloud Spanner. A solução permite que as empresas potencializem análises em tempo real, replicação de bases de dados e arquiteturas orientadas a eventos. Para clientes como a Schnuck Markets, o Datastream simplificou sua arquitetura e eliminou horas de atraso para replicação de dados de Oracle para BigQuery e CloudSQL.

Compartilhamento de dados de forma segura e simples
 O Analytics Hub é um novo recurso que permite às empresas criar, organizar e gerenciar intercâmbio de análises de forma segura e em tempo real. Com o Analytics Hub, os clientes podem compartilhar dados e insights, incluindo dashboards dinâmicos e modelos de Machine Learning em segurança, dentro e fora da organização. O recurso permite às empresas combinar conjunto de dados corporativos com dados exclusivos do Google, comerciais, da indústria ou dados públicos. O Analytics Hub está baseado nos conhecidos e existentes recursos de compartilhamento do BigQuery, que já ajudou milhares de organizações a inovar a partir de analytics e acelerando insights, compartilhando muito mais do que apenas dados.

Publicações Relacionadas

Apoio para simplificar a gestão de dados nas organizações
 O Dataplex é uma malha inteligente de dados que oferece uma experiência de analytics integrada, unindo o melhor do Google Cloud e do open-source. A solução possibilita ao cliente realizar, rapidamente, a gestão, segurança, integrar e analisar seus dados em escala. A qualidade automatizada de dados permite, ainda, que cientistas e analistas tratem da questão da consistência dos dados entre as ferramentas de sua escolha, unificando e administrando dados sem a necessidade de movimentá-los ou duplicá-los. Graças à inteligência de dados que já vem “embutida” no produto,, as empresas podem gastar menos tempo destrinchando as complexidades da infraestrutura e se concentrar mais em usar dados para atingir resultados comerciais. A Equifax foi uma das primeiras clientes e está trabalhando com o Google para incorporar o Dataplex à sua principal plataforma de analytics, simplificando as cargas de trabalho e criando uma interface única para gestão e governança de políticas, aplicada a todos os dados de analytics.

Clientes como Equifax, Deutsche Bank e Loblaw confiam e trabalham com o Google Cloud na criação de estratégias próprias de data cloud, pois conhecem a histórica liderança do Google em Inteligência Artificial e Analytics.

“Nossa parceria com o Google Cloud irá nos permitir usar dados de forma mais inteligente e rápida, criando novos produtos e serviços. Graças à criação de um Data Cloud com o Google Cloud, poderemos aumentar nossa capacidade de unificar dados por toda a empresa, e levar inovações ainda mais rápido para nossos clientes”, diz Gil Perez, Chief Innovation Officer do Deutsche Bank.

Durante o Data Cloud Summit, o Google Cloud também apresentou novas atualizações em seu portfólio de bases de dados e analytics:

Dando continuidade ao compromisso estratégico de uma abordagem multi-cloud, o Google Cloud também apresenta o BigQuery Omni (disponível em modo “preview”) e o Looker (já disponível para GA), ambos para Microsoft Azure, que irão ajudar os clientes a obter informações críticas sobre dados em qualquer ambiente de Nuvem.

O BigQuery ML Anomaly Detection também está disponível para clientes que queiram identificar, mais facilmente, padrões de dados anormais, usando recursos de Machine Learning integrados do BigQuery. Essa tecnologia tem sido usada para uma série de situações, incluindo identificação de fraude bancária e análises de defeitos de fabricação.

O Dataflow é uma solução rápida e efetiva do ponto de vista de custos para clientes interessados em streaming de analytics. Disponível a partir do terceiro trimestre, o Dataflow Prime irá oferecer suporte líder do setor para dimensionamento automático vertical e ajuste correto para pipeline de dados, proporcionando o menor custo para os clientes. A solução incorpora recursos de Inteligência Artificial e Machine Learning para entregar aos clientes previsões de streaming, como análises periódicas de séries, diagnósticos inteligentes que identificam gargalos proativamente, e ajuste automático para uso mais amplo.

A empresa também irá reduzir a barreira de entrada para o Cloud Spanner, sua base de dados relacional e totalmente administrada. O preço de entrada será diminuído em 90%, a partir da introdução do dimensionamento granular instantâneo (disponível em breve), enquanto fornece a mesma escala ilimitada e disponibilidade de 99,999% para dar suporte aos aplicativos mais exigentes. O recurso Key Visualizer, disponível no modo preview, também foi adicionado ao Spanner, para fornecer monitoramento interativo e permitir aos desenvolvedores identificar, rapidamente, padrões de uso. Por fim, o Cloud Bigtable apresenta a melhor disponibilidade com o novo SLA de 99,999% (59s).

você pode gostar também