Estudo indica perda de produtividade com equipamentos desatualizados

35

Pesquisa encomendada pela Intel descobriu que mais de 40% gastam duas a três horas por semana tentando corrigir problemas com aplicativos de produtividade e videoconferência

Uma pesquisa do Reino Unido encomendada pela Intel descobriu que mais de 40% dos funcionários entrevistados disseram que gastam duas a três horas por semana tentando corrigir problemas relacionados a aplicativos de produtividade e um terço relatou gastar a mesma quantidade de tempo na solução de problemas de videoconferência. O estudo descobriu que quase metade de todos os funcionários entrevistados disse que um dispositivo mais poderoso ou atualizado permitiria que eles fossem mais produtivos em suas funções, com 37% dizendo que poderiam recuperar mais de seis horas por semana de tempo perdido ou improdutivo.

À medida que as empresas se estabilizam na esteira da pandemia de Covid-19 e os tomadores de decisão de TI (ITDMs) ajustam os gastos com infraestrutura para atender demandas exclusivas do trabalho híbrido, muitas empresas são confrontadas com o problema de funcionários que trabalham com equipamentos desatualizados e inadequados, prejudicando a sua produtividade.

As melhorias de desempenho dos funcionários e da empresa dependem da capacidade dos ITDMs de redirecionar suas prioridades e subsequente investimento em dispositivos mais poderosos, porém flexíveis, que combinem com as necessidades do trabalhador híbrido moderno e as necessidades de gerenciamento de suas equipes de TI.

Publicações Relacionadas

A Intel encomendou um relatório que examina os pontos de vista de mais de 1 mil funcionários híbridos e ITDMs do Reino Unido. O relatório buscou um equilíbrio de opiniões sobre a importância de dispositivos com bom funcionamento nas operações do dia a dia.

Dos funcionários pesquisados, 43% disseram que gastam duas a três horas por semana tentando consertar problemas de TI relacionados a aplicativos de produtividade, e 33% relataram gastar o mesmo tempo solucionando problemas de videoconferência. Ao considerar o salário médio anual do Reino Unido para 2020 de 31,4 mil libras, esse tempo equivale a pouco mais de 190 libras por mês em produtividade desperdiçada, ou 2.292 libras por ano (ou cerca de US$ 3.165), para cada funcionário.

Ainda segundo o estudo, 76% dos funcionários e 88% dos ITDMs pesquisados ​​disseram que a conectividade do dispositivo (por exemplo, Wi-Fi rápido) era de grande importância; e 66% dos funcionários e 81% dos ITDMs priorizam melhor qualidade de vídeo para dispositivos de trabalho híbridos. para 60% dos funcionários e 63% dos ITDMs, é importante ter um dispositivo fino e leve/ultra portátil. Quase metade de todos os funcionários entrevistados disse que um dispositivo mais poderoso ou atualizado permitiria que eles fossem mais produtivos em suas funções, com 37% dizendo que poderiam recuperar mais de seis horas por semana de tempo perdido ou improdutivo.

O relatório também comparou os pontos problemáticos que os funcionários têm com seus dispositivos de PC existentes e analisou outras considerações exclusivas dos ITDMs pesquisados, como preocupações com segurança e vulnerabilidades em evolução em redes e forças de trabalho dispersas.

O relatório baseado no Reino Unido deixa claro que os dispositivos legados de baixo desempenho afetam muitas facetas da jornada de trabalho de um funcionário e de ITDMs e vincula nitidamente a produtividade ao moral do funcionário. Notavelmente, quase metade dos ITDMs pesquisados ​​disse que um maior investimento em notebooks de última geração mostraria que sua organização está comprometida com o bem-estar dos funcionários.

você pode gostar também