Epic ofereceu $200 milhões à Sony para ter até 6 jogos PlayStation no PC

Também tentou conversar com a Nintendo.

O caso da Epic Games contra a Apple já nos surpreendeu com inesperadas revelações que companhias como a Microsoft e a Sony Interactive Entertainment preferiam ter permanecido confidencial, mas as surpresas continuam.

A mais recente mostra como a Epic Games abordou a Sony e a Nintendo para descobrir se estão interessadas em colocar os seus jogos na loja digital PC da companhia, algo que também tentaram com a Microsoft.

O documento, apresentado no tribunal e revelado publicamente, em locais como o ResetEra, mostra que a Epic Games abordou a Microsoft, mas uma vez que a companhia também tem a sua loja PC e está focada no Game Pass, sem esquecer que Phil Spencer é amigo de Gabe Newell da Valve, as coisas não deram em nada com a Microsoft.

No caso da Nintendo, a Epic Games diz que as conversações nem sequer chegaram a decorrer e que não vale a pena sequer tentar obter jogos da companhia japonesa para a sua loja digital.

Sobre a PlayStation, o documento revela que foi apresentada uma proposta de $200 milhões garantidos para a Sony por “4 a 6 jogos da PlayStation Studios”, num negócio no qual a Epic se compromete a pagar a diferença se os jogos não gerarem o valor desejado.

No entanto, o documento refere que a Epic ainda está à espera de resposta e tendo em conta que Horizon Zero Dawn e Days Gone estão na Steam (no caso de Days Gone será lançado a 18 de Maio), a Sony parece ter rejeitado o negócio.

É mais uma curiosidade vinda deste caso que está a decorrer no tribunal e como estão a ser revelados segredos dos bastidores da indústria.