Com solução da Microsoft metrô de SP automatiza processos de editais

29

Sistema de transporte metroviário da cidade, vem passando por um processo de transformação digital nos últimos anos, baseado no Plano Diretor de Tecnologia da Informação da companhia, que busca, entre outros objetivos, levar inovações à organização. Para isto, o órgão selecionou parceiros e tecnologias, dentre eles a Brasoftware e a Microsoft.

Segundo Carlos Espírito Santo, chefe de departamento de gestão de serviços de TIC do Metrô de São Paulo, uma das demandas internas era melhorar os processos relacionados aos seus editais. Dessa maneira, foi implementada no Metrô de São Paulo uma solução em plataforma Microsoft 365, a fim de automatizar e padronizar tais processos. Usando os recursos do Power Apps e Power Automate e o SharePoint como repositório, a solução permite realizar a coleta de informações já existentes em processos e editais, padronizando-as e trazendo maior qualidade e agilidade, agregando também maior governança.

Publicações Relacionadas

Anteriormente, o órgão utilizava um formulário, com opções pré-formatadas, onde se preenchiam todos os itens do edital, salvos em várias pastas. “Com a nova ferramenta, tudo foi padronizado. O arquivo é gerado automaticamente, as aprovações foram simplificadas e podemos usar e consultar o material em vários dispositivos, de forma responsiva. O processo de comunicação de um edital é complexo, envolve diretamente em média 6 áreas da companhia, e costumava demandar muitas horas junto aos seus colaboradores.

Com a solução esse tempo foi reduzido, assim como a economia de papel, uma vez que tudo fica armazenado de forma on-line. O retrabalho também diminuiu significativamente, nos quesitos processo de elaboração e fluxo de validação do documento, pois há muitas informações já tabuladas na plataforma de forma integrada, o que possibilitou um ganho de tempo na revisão dos editais, com maior qualidade e agilidade na entrega final”, comemora Edson Bispo, chefe de departamento da área de delivery de serviços de TIC do Metrô de São Paulo.

Outra solução adotada pelo órgão foi uma mentoria da Brasoftware sobre o Data Factory, construída em cima do Azure, da Microsoft. “O objetivo foi analisar a viabilidade de implementar uma nova plataforma de dados a partir da orquestração dos dados dos sistemas atuais e legados e permitindo o provimento de dados para o ambiente analítico usando o Power B.I para criar dashboards e indicadores para uma melhor tomada de decisão junto às áreas de negócios”, sinaliza Walter Matos, Líder de Soluções da Brasoftware.A mentoria teve 112 horas práticas, envolveu 10 colaboradores e já tem aplicações práticas: “Com a solução, conseguimos, por exemplo, simular cenários de orquestração de dados, entre eles uma solução para a área de engenharia, onde foi possível produzir indicadores a partir dos dados dos contratos de obras e saber os valores pagos a empreiteiras contratadas pelo Metrô nos últimos anos, trazendo uma visibilidade de negócios para eles. Também foi possível extrair os dados de grandes sistemas como o SAP com muitas tabelas e volume de dados expressivos. A Brasoftware pega o intelecto, com o uso das ferramentas que têm conhecimento, para agregar valor ao negócio do cliente”, comenta Adilson de Oliveira coordenador de BI do Metrô de São Paulo.

você pode gostar também