Claro e WEG vão testar redes 5G privativas para uso industrial

46

A Claro anunciou uma parceria para implantação de tecnologia 5G em uma fábrica da WEG em Jaraguá do Sul, em Santa Catarina A intenção da dupla é avaliar a aplicação de redes privativas para uso industrial e soluções de Internet das Coisas (IoT).

Batizado como Open Lab WEG/V2COM, o projeto é o primeiro piloto viabilizado pelo Acordo de Cooperação Técnica assinado pela Anatel e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) em novembro como forma de subsidiar as discussões regulatórias sobre o tema.

Uma licença de uso científico em 3,5 GHz foi concedida à Claro para a iniciativa de indústria 4.0. A fornecedora de infraestrutura do projeto é a Ericsson. Já dispositivos protótipos e módulos utilizados no piloto (que, segundo a WEG, ocorrerá em ambiente real de produção) serão baseados em plataforma 5G da Qualcomm.

Publicações Relacionadas

Leia também

IoT

Além da implementação da rede e de provas de conceito em redes privativas, soluções de IoT também serão testadas. Entre elas, tecnologias para leitura e monitoramento de sensores, controle de robôs e máquinas de forma remota e aplicações multimídia.

Segundo comunicado, a WEG busca “um alto nível de automação” para sua operação, que envolve a produção de motores elétricos, transformadores, geradores e tintas. Já a Claro reafirmou intenção de ser um agente relevante dentro do ecossistema de inovação aberta.

você pode gostar também