CEOs e CISOs pretendem aumentar investimentos em Cibersegurança

33

Pesquisa que ouviu 508 executivos, aponta que 79% afirmaram que realocaram fundos para a segurança digital durante a pandemia

A pesquisa The C-Suite Report: Business and Security Strategies for Today’s Unbound Enterprise, encomendada pela Forcepoint, empresa global em soluções de segurança digital, revelou uma notável mudança de percepção por parte de CEOs e CISOs de todo o mundo com a cibersegurança. Dos 508 executivos ouvidos, 79% afirmaram que realocaram fundos para a segurança digital durante a pandemia. Além disso, 54% desses disseram achar necessário reforçar ainda mais a cibersegurança de suas empresas.

Publicações Relacionadas

Embora analistas afirmem que 40% das empresas do mundo usarão o Sase até 2024, um relatório da WSJ Intelligence aponta que a pandemia de Covid-19 pode acelerar ainda mais essa transição

Outro ponto levantado pela pesquisa e que mostrou uma tendência de aderência por parte dos executivos é a segurança em Nuvem. O enfoque foi o Secure Access Service Edge, Sase, que funciona basicamente como um sistema em que os usuários possuem acesso direto e seguro à nuvem de dados sem necessidade de um servidor central. 90% dos CEOs relataram que já adotam o Sase ou irão adotá-lo num futuro próximo, e o mesmo foi dito por 84% dos CISOs. Embora analistas afirmem que 40% das empresas do mundo usarão o Sase até 2024, um relatório da WSJ Intelligence aponta que a pandemia de Covid-19 pode acelerar ainda mais essa transição.

Por fim, as vantagens competitivas de uma segurança cibernética forte, além do conceito de Unbound Enterprise (empresa 100% digital), cada vez mais presente no dia-a-dia corporativo, também foram abordados. 45% dos executivos que responderam à pesquisa disseram que a pandemia acelerou a transformação e transição para o digital de suas empresas. Além disso, 41% veem uma cibersegurança reforçada como uma vantagem competitiva no mercado.

você pode gostar também