BNDES lança rede social para aproximar investidores e projetos de infraestrutura

10

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou a Rede de Investidores, uma ferramenta inovadora que vai conectar usuários com interesse em comum por projetos de infraestrutura e privatizações. Trata-se de mais uma iniciativa do BNDES Hub de Projetos, plataforma que desde o ano passado já oferece ao mercado informações e oportunidades de investimentos em projetos estruturados pelo Banco.

A Rede de Investidores viabiliza o contato, em sigilo, sem custo e sem intermediários, entre potenciais investidores locais e internacionais e demais interessados na carteira que contempla projetos de infraestrutura econômica e socioambiental, incluindo educação, florestas, saúde, saneamento, portos, iluminação pública, rodovias, entre outros. Conforme o interesse dos participantes da rede social, é possível criar conexões e um “match” entre aqueles que desejam se envolver no mesmo empreendimento ou setor.

Publicações Relacionadas

A criação da Rede busca fomentar essas parcerias de forma a atrair novos investidores para o País, além de ser um canal de contatos entre advogados, consultores, engenheiros, governos, entre outros interessados. Além disso, o Hub de Projetos também fornece aos usuários informações atualizadas sobre a carteira de projetos e acesso a relatórios mensais produzidos pela equipe de Relacionamento com Investidores do BNDES.

“O BNDES busca atrair investimentos expressivos em projetos de infraestrutura e privatizações, algo fundamental para o desenvolvimento do país nas próximas décadas. A Rede de Investidores representa um avanço nesse sentido por possibilitar a conexão direta entre potenciais investidores”, destaca o Diretor de Concessões e Privatizações do BNDES, Fabio Abrahão.

O BNDES detém atualmente a maior carteira de projetos em concessão de infraestrutura, PPPs e privatizações no Brasil. São 120 projetos e cerca de R$ 260 bilhões em oportunidades de investimento.

Para ingressar na Rede de Investidores, basta entrar no site Hub de Projetos do BNDES.