Ataques no Instagram banem usuários sem motivo

34

Cibercriminosos estão oferecendo o banimento como um serviço para bloquear usuários do Instagram.

Se você tem um blog popular e promove seu negócio por meio do Instagram, ter sua conta banida simplesmente não está nos planos. Para usuários responsáveis, a ideia de ser banido por, digamos, exibir conteúdo suicida ou tentar se passar por outra pessoa pode parecer um pesadelo ou uma piada cruel, mas é bastante real para as vítimas da nova onda de ataques de banimento. Veja como esses ataques funcionam, como se defender deles e o que fazer se sua conta for atingida.

Como os cibercriminosos bloqueiam perfis do Instagram

É tudo muito simples: detratores ou concorrentes podem pagar uma taxa (o valor depende do vendedor ou até mesmo do número de seguidores) para ter o perfil de alguém bloqueado.

Esses ataques começaram no outono passado, mas ultimamente tornaram-se cada vez mais conhecidos. Recentemente, a revista online Motherboard conseguiu contato com um grupo cibercriminoso e descobriu como eles exploram a política do Instagram para ganhar dinheiro oferecendo banir alguém como um serviço.

A tática favorita do grupo é a reclamação de falsificação de identidade, que envolve contas verificadas, identificáveis pela marca azul ao lado do nome de usuário. Os invasores usam contas verificadas para criar uma cópia completa do perfil da vítima, incluindo o avatar e a descrição. Em seguida, entram com uma reclamação contra o original, acusando o proprietário de falsificação de identidade. Se a conta da vítima não for verificada, o serviço de suporte bane a vítima.

O segundo método de bloqueio é inundar o suporte técnico com mensagens alegando que o perfil da vítima contém imagens de suicídio ou automutilação. Em muitos casos, o Instagram segue o caminho mais fácil, bloqueando contas com base em tais reclamações, sem primeiro verificar o conteúdo real.

Ao contrário de phishing e outros esquemas semelhantes que ainda exigem alguma ação da vítima — clicar em um link perigoso, por exemplo — um ataque de banimento funciona sem a participação da vítima. O alvo, que talvez nem sonhe em violar os termos de uso, simplesmente encontra sua conta bloqueada.

De acordo com os repórteres da Motherboard, o serviço é barato, custando cerca de US$ 5 a US$ 60, então os cibercriminosos tem clientes de sobra.

No entanto, nem todos os usuários que abusam das práticas de moderação do Instagram estão lá para ganhar dinheiro. Scripts maliciosos estão disponíveis gratuitamente e qualquer vândalo online pode usá-los para atingir contas pessoais ou silenciar um blogueiro de quem discorda.

Desbloqueio do Instagram por uma taxa

Na verdade, bloquear contas do Instagram abre outro caminho para geração de lucro: restaurá-las. O desbloqueio acarreta uma taxa muito mais alta do que o bloqueio — supostamente pode chegar a US$4.000.

Se as mesmas pessoas estão por trás dos serviços de banimento e desbloqueio, ou se é uma simbiose acidental, não se sabe por enquanto. Alguns usuários, no entanto, recebem uma oferta para restabelecer sua conta poucos minutos após o bloqueio e essas ofertas geralmente vêm de seguidores das próprias contas de onde vieram as reclamações originais.

O que fazer se o seu perfil do Instagram for bloquea-do

Se você já foi vítima de um ataque de banimento, entre em contato com o suporte do Instagram imediatamente e explique o que aconteceu. Os banimentos são passíveis de apelação apenas por meio do aplicativo. Para fazer isso, você precisará inserir seu nome de usuário e senha e seguir as instruções.

Se alguém abordar você com uma oferta para restaurar sua conta por dinheiro, não aceite! Primeiro, você não tem garantia de que dará certo. Em segundo lugar, fazer isso apoia criminosos confirmados — talvez até aqueles que fizeram sua conta ser banida, pra começar. Terceiro, o procedimento oficial de recuperação por meio do suporte do Instagram é gratuito.

Como proteger seu perfil do Instagram

Infelizmente, os usuários tomam conhecimento sobre esse tipo de ataque apenas após serem banidos. O Instagram disse à Motherboard que está em busca das contas de cibercriminosos na plataforma e pede aos usuários que relatem qualquer atividade suspeita, mas essa abordagem costuma ser demorada. Enquanto isso, sugerimos que você tome algumas medidas para se proteger.

Verifique sua conta

O negócio de banir usuários gira em torno de acusações de falsificação de identidade, então a melhor maneira de se proteger é convencer o Instagram de que você é você antes que algo aconteça. Em outras palavras, você deve verificar sua conta logo.

A rede social não verifica todos os usuários, mas você pode ter alguns pontos a seu favor. Por exemplo, se você ou sua empresa foram mencionados em várias fontes de notícias, isso ajuda. Para obter a cobiçada marca de seleção azul, deve preencher seu perfil e excluir todas as contas antigas para evitar suspeitas. Obviamente, a conta também deve ser pública e não violar os termos de uso do Instagram.

Depois de garantir que sua conta está pronta, envie uma solicitação de verificação. Você pode fazer isso diretamente pelo aplicativo:

• Vá para as configurações do seu perfil;

• Selecione Conta;

• Selecione Solicitar Verificação;

• Insira seu nome completo e anexe a documentação necessária;

• Siga as instruções subsequentes.

Torne sua conta privada

E se você não for famoso o suficiente para passar o crivo da verificação azul? Você pode dar o passo radical de fechar sua conta ao público. Se você tornar sua conta privada, suas postagens, fotos e vídeos ficarão disponíveis apenas para seguidores, o que significa que um invasor não poderá copiá-los e acusá-lo de falsificação de identidade.

Seja no aplicativo ou em um navegador, não é difícil tornar sua conta privada. Veja nossa postagem sobre como configurar a segurança e privacidade do Instagram para obter instruções detalhadas.

Certifique-se de limpar sua lista de seguidores também e verifique as solicitações de seguidores futuros antes de aceitá-los. Bots e outras contas que quase nem existem podem ocultar invasores, e você não tem obrigação de abrir a porta para eles.

Troque sua foto de perfil

Para perfis de negócios que você não pode fechar, mas que não são conhecidos o suficiente para verificação — ou que você prefere manter abertos por qualquer outro motivo — há outra maneira de reduzir o risco de ataques de proibição: Mude seu avatar.

Reclamações falsas de falsificação de identidade funcionam melhor em perfis com uma foto real do proprietário. Alguns serviços clandestinos de ataque de banimento até se recusam a mirar em contas com outros tipos de avatar. Isso significa que colocar algo que não seja o seu retrato complica as tentativas de causar danos; e isso já é alguma coisa.

Mantenha um backup e atualize as informações de contato

Os administradores do Instagram fazem o que podem para combater reclamações injustas, mas estão trabalhando contra cibercriminosos que aprimoram continuamente seus esquemas para ganhar dinheiro. Em um mundo perfeito, você não teria que fazer isso, mas nesse momento, você deve pensar em uma rota de fuga.

Primeiro, certifique-se de ter acesso ao endereço de e-mail e número de telefone vinculado ao seu perfil. Se sua conta for bloqueada por engano, você pode usá-los para recuperação.

Em segundo lugar, salve seu conteúdo regularmente. Dessa forma, se acontecer o pior, você pode usar o backup para migrar para uma nova conta.

você pode gostar também