DIG|ME

Ibovespa cai 4% após decisão de Fachin sobre Lula

Dólar dispara e chega a 5,77 reais com a instabilidade política e judiciária após a decisão do ministro Edson Fachin, no STF

Depois da decisão do ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), de anular os processos que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva respondia na operação Lava Jato, o Ibovespa intensificou as perdas e o dólar encostou nos R$ 5,80 nesta 2ª feira (8.mar.2021). Às 16h, o índice registrava queda de 3,04%, aos 111.702 pontos. A moeda norte-americana chegou aos R$ 5,78, com alta de 1,67%.

O principal índice da B3 (Bolsa de Valores de São Paulo) já operava em queda, mas intensificou depois da decisão de Fachin, que retoma os direitos políticos de Lula e coloca o ex-presidente apto a disputar novamente as eleições.

Investidores da B3 (Bolsa de Valores de São Paulo) operaram com pessimismo em relação ao cenário político do país. Com o petista se tornando elegível, Lula pode ser candidato nas Eleições de 2022, o que, na avaliação de parte do mercado, coloca em risco o andamento da agenda de reformas e cria risco de regressão nas medidas de ajuste fiscal.

Fachin determinou, de forma monocrática, a anulação das investigações e do recebimento das denúncias. A decisão inclui 4 processos:

Sair da versão mobile