Anatel publica lista atualizada de municípios sem backhaul de fibra

Com base em campanha da Abrint, relatório vai priorizar 908 cidades para que recebam a infraestrutura no momento da finalização do edital da quinta geração de conectividade, 5G

5G wireless network icon on white background. 3D illustration.

A Abrint – Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações vem trabalhando há mais de um ano na atualização de munícipios que possuem o backhaul de fibra com o intuito de ajudar a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que não possuía essas informações atualizadas. Com base na campanha da associação, a Anatel acaba de publicar a lista inteirada.

Backhaul é o termo usado para o segmento da rede que chega até os municípios, interligando-os com os backbones 

A listagem original da agência reguladora dizia que mais de 1600 municípios não possuíam backhaul, mas com a ajuda de atualização da Abrint, desses municípios, 620 deles já possuem a infraestrutura, o que significa que o investimento do dinheiro público não será duplicado nestas localidades.

“Essa campanha que a associação vem fazendo para atualizar as cidades que possuem ou não o backhaul de fibra, é de extrema importância para que a Anatel seja assertiva na alocação das obrigações de investimento”, expõe Alessandra Lugato, diretora executiva da ABRINT.

No anexo XV do documento, o órgão traz orientações de tratamento preferencial aos municípios listadas na implementação de backhaul, estando elegíveis para o compromisso de construção das redes (backhaul e backbone). Ao todo, a Anatel identificou ausência da fibra óptica em 933 cidades, sendo que em 26 não foi possível atribuir rotas de rodoviárias, restando, portanto, 908 municípios aptos a receberem a infraestrutura.

Os 908 municípios no relatório deverão ser priorizados para que tenham infraestrutura adequada no momento da finalização do edital do 5G.

O que é backhaul?
Backhaul é o termo usado para o segmento da rede que chega até os municípios, interligando-os com os backbones. São as ramificações do backbone que fornecem Internet às redes menores, como as dos provedores regionais, por exemplo.

Já Backbone são as redes utilizadas pelas operadoras para fornecer Internet para outras redes menores. São os grandes links de transmissão de dados a partir dos quais saem ramificações para atender outras redes.

A Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint) tem atuação nacional e representa provedores regionais de internet em discussões junto ao governo, órgãos reguladores e entidades afins. Provedores são majoritariamente empresas de pequeno e médio portes. Segundo a Anatel, há pelo menos um provedor em operação em todas as cidades do país e mais de 50% do mercado nacional de fibra óptica até os domicílios brasileiros vêm dos pequenos provedores.

Fonte: www.abrint.com.br