América Latina aprimora a tecnologia de Token e aumenta ainda mais a segurança dos pagamentos digitais

38

Com a migração inédita do mundo para o comércio digital no último ano, a tokenização tem se tornado um dos meios mais eficazes para evitar fraudes e habilitar experiências de pagamento digital mais seguras e fáceis.

Essa tecnologia inovadora está em ascensão graças à crescente adoção por estabelecimentos comerciais e bancos. O fato é que, hoje, mais de 65% das credenciais de pagamento da Visa na América Latina e no Caribe já estão preparadas para o uso de token[1] e, recentemente, ultrapassamos a marca de 2 bilhões de tokens emitidos no mundo por meio do Visa Token Service (VTS).

Esses marcos do token são fundamentais, visto que os consumidores continuam preferindo comprar online ou com suas carteiras digitais, diz um estudo recente da Visa. Segundo o estudo, oito em 10 consumidores compraram diferentes itens online nas últimas semanas e as carteiras digitais vêm ganhando cada vez mais espaço nos mundos físico e virtual. Vinte por cento dos consumidores as utilizaram em pontos de venda presencialmente, sendo os brasileiros e os argentinos os maiores usuários; além disso, 26% dos consumidores disseram ter usado carteiras digitais para comprar online[2].

VTS é a plataforma global de tokenização da Visa e um dos meios mais eficazes que temos para combater fraudes – por meio da remoção de informações de pagamento sensíveis – e aumentar os índices de aprovação. Essa tecnologia invisível substitui os detalhes sensíveis da conta de cartão por um identificador digital chamado “token” que tem maior proteção contra fraudes.

Estamos acelerando e aumentando a escala dos nossos esforços em tokenização por meio de soluções novas, flexíveis, complementares e sofisticadas que estão nos ajudando a criar experiências mais ricas, personalizadas e seguras em outras modalidades de pagamento, entre os quais, pagamentos por dispositivos móveis e vestíveis, carteiras digitais como Apple Pay e Pagamentos no WhatsApp etc. Algumas dessas soluções são:

Publicações Relacionadas
  • Visa Cloud Token: Habilita a autenticação do portador do cartão entre o estabelecimento comercial e o emissor, garantindo que ele é realmente o titular da credencial que está sendo armazenada e criando uma associação entre o dispositivo do consumidor e o token. O Cloud Token promove uma maior transparência durante as compras online ao enriquecer os dados de pagamento para torná-los mais visíveis, aumentar a segurança por meio da verificação do portador do cartão e de informações de dispositivos confiáveis e criar uma experiência de compra com menos fricção para o consumidor.
  • Token ID: Permite que bancos, estabelecimentos comerciais, redes regionais e câmaras de compensação construam, gerenciem e controlem suas próprias capacidades de tokenização. A solução Token ID expande as capacidades de tokenização da Visa para além dos pagamentos baseados em credencial na rede da Visa, chegando a redes de cartão domésticas e pagamentos em tempo real. Em combinação com o VTS, Token ID permite que os clientes diminuam a escala das fraudes e protejam suas soluções de pagamento.
  • Token Management Service da CyberSource: O TMS foi criado para unificar a gestão de tokens e proteger os dados de pagamento do consumidor, fornecendo uma visão integrada e 360º de suas preferências e comportamentos de pagamento em diferentes plataformas de comércio, ambientes de processamento, regiões, tipos de pagamento e marcas de cartão. O serviço cria um identificador de token unificado – um token de tokens – para centralizar e organizar a gestão de todos os instrumentos de pagamento, incluindo cartões, contas bancárias e sistemas de pagamento locais.

Está claro que as tecnologias de tokenização da Visa continuarão sendo uma força motriz para o fortalecimento da segurança dos pagamentos digitais na América Latina e no mundo, especialmente à medida que o hábito de comprar digitalmente for se arraigando na mente do consumidor.

Como líder no espaço de pagamentos digitais, a Visa está comprometida em acelerar a adoção de soluções de tokenização na América Latina e no Caribe, uma vez que, com elas, bancos, estabelecimentos comerciais e todo o ecossistema de pagamento podem aumentar os índices de autorização, promover a inovação e a criar experiências de comércio digital melhores e mais seguras.

Ralph Koker, vice-presidente de Soluções Digitais para a Visa América Latina e Caribe.

[1] Dados da Visa, setembro de 2020.

[2] Os insights do relatório Latin America COVID-19 Consumer Sentiment da Visa foram capturados em dezembro de 2020 e representam os pensamentos e opiniões de consumidores da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru e República Dominicana.