70% dos brasileiros adultos foram expostos a um golpe de suporte técnico, afirma Microsoft

22

Pesquisa aponta que 29% dos consumidores foram vítimas de fraude e 7% tiveram perdas monetárias

Estudo da Microsoft aponta que 70% dos adultos brasileiros foram expostos a um golpe de suporte técnico em 2021. O número é três pontos percentuais maior que o de 2018. Apesar disso, os golpes que envolvem e-mails não solicitados diminuíram de 43% para 37%. Mensalmente, a Microsoft recebe aproximadamente 6,5 mil reclamações de pessoas de todo o mundo que foram vítimas de golpes de suporte técnico.

Os golpes de suporte técnico são um problema global que afeta pessoas de todas as idades. Tudo começou com ligações telefônicas, nas quais os golpistas se passavam por funcionários da Microsoft, notificando as pessoas que elas eram vítimas de malware ou outros ataques prejudiciais. Hoje, os criminosos estão adeptos à tecnologia em constante evolução e ao uso de táticas e estratégias mais sofisticadas para enganar os usuários online. 

No entanto, a Microsoft apontou uma redução em comparação à média de 13 mil reportes por mês em anos anteriores. Os resultados do estudo também relevam que as pessoas geralmente são mais céticas em relação as ligações de suporte técnico ou pop-ups, o que ajuda a evitar que sejam vítimas deste tipo de golpe. Entretanto, as pessoas que deram continuidade à interação de golpe tinham mais probabilidades de perder dinheiro com os golpistas do que os verificados na pesquisa anterior. 

No Brasil, houve um aumento de 5 pontos no número de pessoas que dão continuidade ao golpe (29%), o que também corresponde a um ligeiro aumento nas pessoas que perdem dinheiro (de 5% para 7%). De qualquer forma, o último estudo mostra que é menos provável que os consumidores confiem em contatos não solicitados. Além disso, a maioria desconfia de uma empresa que entre em contato com eles dessa forma. 

Publicações Relacionadas

Resultados globais 

Alguns aspectos relevantes da pesquisa global incluem: 

  • Três em cada cinco consumidores se depararam com um golpe de suporte técnico nos últimos 12 meses. 
  • Um em cada seis consumidores foi induzido a continuar com o golpe, levando as vítimas a perderem centenas de dólares para os golpistas. 
  • Os millenials (pessoas de 24 a 37 anos) e a geração Z (18 a 23 anos) apresentam maior exposição aos golpes de suporte técnico. 
  • Um em cada 10 millenials e um em cada 10 Gen Zers que se depararam com um golpe, foram enganados e perderam dinheiro. 
  • Entre aqueles que deram continuidade a um golpe, o gancho mais comum durante a interação foram problemas com o computador (30%), seguido por senhas comprometidas (23%) e uso fraudulento de cartões de crédito, débito e departamentais (18%). 

O que a Microsoft está fazendo para combater os golpes? 

A empresa afirma que sua Unidade de Crimes Digitais (DCU, na sigla em inglês) está trabalhando para ajudar a combater o problema e estabelecendo parcerias com agências responsáveis pela aplicação da lei, fortalecendo sua tecnologia proprietária e educando os consumidores. A DCU investiga redes de fraude de suporte técnico e encaminha os casos para aplicação das leis da forma apropriada, fortalecendo produtos e serviços para melhor proteger os consumidores. 

Além disso, a empresa investe em pesquisas para entender o comportamento de seus clientes. Esta última foi feita pela YouGov, que realizou o estudo este ano em 16 países. A companhia analisou os golpes de suporte técnico e o seu impacto nos consumidores. Essa é uma continuação de pesquisas semelhantes realizadas pela Microsoft em 2018 e 2016. 

você pode gostar também